Compreender como o SEO Técnico é essencial se deseja garantir que as suas páginas em sites e blogs estão estruturadas para tanto para humanos quanto para os rastreadores dos motores de busca.

Uma vez que a estrutura técnica de um site pode ter um impacto enorme em seu desempenho, é fundamental que todos entendam esses princípios. Também pode ser uma boa ideia partilhar este conteúdo com os seus programadores, redatores de conteúdo e web designers, a fim de que todas as partes envolvidas na construção de um site estejam na mesma página.

Visto que search engine optimization é o processo de otimização um site para os motores de busca, os profissionais que executam esse trabalho precisam ter, pelo menos, um conhecimento básico do que, efetivamente, que estão otimizando!

Mas final, o que é SEO técnico?

SEO técnico é o processo de garantir que um site atende aos requisitos técnicos dos motores de busca modernos, com o objetivo de melhorar a classificação orgânica dessas páginas. Elementos importantes do SEO técnico incluem rastreamento, indexação, renderização e arquitetura do site.

No nível mais básico, o Google e outros mecanismos de pesquisa precisam ser capazes de encontrar, rastrear, renderizar e indexar as páginas do seu site. Daí a importância crucial da otimização do seu site ou blog a um nível mais técnico.

Com esta auditoria de SEO Técnico, você transformará o seu site em uma potência aos olhos do Google e outros motores de busca. Confira a checklist!

1. Instale o Google Search Console

O Google Search Console é a principal ferramenta de SEO que você usará para depurar qualquer problema técnico de SEO. A melhor parte desta ferramenta Google é que é totalmente gratuita.

2. Defina um domínio preferido

Você pode fazer isso no WordPress ou em outras plataformas próprias para esse objetivo.

3. Incentive os mecanismos de busca a indexar o seu site

Certifique-se de não marcar a caixa com a seguinte instrução “Discourage search engines from indexing this site”.

4. Crie um XML Sitemap

Um XML Sitemap é um arquivo que ajuda os mecanismos de busca a saber como o seu site está estruturado e a descobrir melhor as páginas mais importantes.

5. Envie o XML Sitemap ao Google

Depois de criar um XML Sitemap, você está pronto para enviá-lo ao Google.

6. Verifique o seu site com uma ferramenta de inspeção de URL

Faça login em seu novo Google Search Console Report e digite os URLs das páginas mais importantes.

7. Crie um arquivo Robots.txt

Robots.txt é um arquivo localizado no diretório raiz que informa às “spiders” do mecanismo de pesquisa quais páginas eles podem rastrear.

8. Torne o seu site compatível com dispositivos móveis

Após o “Mobile First-Indexing update”, o Google considera a versão móvel dos sites como a principal a ser classificada.

9. Torne o seu site rápido

Ter um site de carregamento rápido é essencial se você realmente deseja obter mais tráfego e, especialmente, ser competitivo após a atualização da indexação para dispositivos móveis.

10. Tenha um site responsivo

Ter um design responsivo permite que você dê a mesma experiência aos utilizadores, seja na versão desktop seja na versão mobile, com um layout que se adapta automaticamente à tela através da qual os utilizadores estão navegando no seu conteúdo.

11. Crie URLs amigáveis para SEO

Se você estiver no WordPress, poderá definir links permanentes amigáveis para SEO acessando “Settings” e clicando em “Permalinks”.

12. Identifique erros de rastreamento

Vá ao seu novo Google Search Console Report e clique em “Coverage” e lá você poderá verificar se há algum erro de rastreamento.

13. Crie páginas 404 eficazes

Você pode criar uma página 404 personalizada que ajude os utilizadores a encontrar o que procuram. Você vai transformar uma experiência ruim em uma boa experiência.

14. Defina Redirecionamentos 301 Corretos

Os redirecionamentos 301 permitem que você redirecione permanentemente o tráfego de um URL antigo para um novo.

15. Corrija links quebrados

Um link quebrado é um link externo que você tem em seu site e que aponta para uma página que não existe mais.

16. Mude para HTTPS

Ter um site HTTPS também aumenta a experiência do utilizador, pois quando você usa o Google Chrome, por exemplo, você tem uma nota “Seguro” que identifica sites HTTPS e uma indicação “Inseguro” para sites HTTP.

17. Corrija problemas de conteúdo duplicado

Conteúdo duplicado é aquele que aparece na internet em mais de um lugar.

18. Use Hreflang para sites multilíngues

Hreflang faz o que rel=canonical faz, mas para sites multilíngues. Na verdade, ajuda a resolver o problema de conteúdo duplicado, mas traduzido para idiomas diferentes.

19. Use dados estruturados

Ao adicionar dados estruturados, você torna o trabalho dos mecanismos de busca mais fácil e aparece na SERP (Search Engine Results Page) em resultados avançados como Imagens, Artigos, Vídeos, Negócios Locais, Pessoas e Organizações.

20. Defina corretamente os Breadcrumbs

Breadcrumbs são os indicadores que representam o caminho percorrido pelo visitante dentro de um website.

21. Configure as páginas AMP

Accelerated Mobile Pages (AMP) são um projeto lançado pelo Google e apoiado por várias grandes empresas como Twitter, Pinterest e LinkedIn. As AMPs carregam mais rápido do que as páginas tradicionais em dispositivos móveis, pois usam uma versão HTML simples.

LEIA TAMBÉM: 10 Citações Atemporais para Inspirar a sua Estratégia de SEO

Abaixo, confira o infográfico ‘SEO Técnico: Checklist com 21 Passos para por em prática já!’

SEO Técnico: Checklist com 21 Passos para a por em prática já! [Infográfico] ➤ a Menina Digital, Marketing de Conteúdo, Redes Sociais, Content Marketing, Social Media, Estratégias Online, Estratégias Digitais

LEIA TAMBÉM: Super SEO Checklist para Profissionais de Marketing de Conteúdo

Para concluir…

O SEO técnico é uma etapa muito importante em todo o processo de SEO. Resumindo, se houver problemas com o seu SEO técnico, é provável que seus esforços de Search Engine Optimization não gerem os resultados esperados.

Portanto, é crucial ter certeza de que você entende o que é SEO técnico e como fazer isso da maneira certa. A boa notícia é que, depois de fazer uma auditoria técnica de SEO do seu site ou blog e corrigir quaisquer problemas em potencial, não terá que lidar com ele novamente, a não ser fazer auditorias de SEO periódicas.

Lembre-se de que a palavra “técnico” implica que é preciso ter algum conhecimento técnico para realizar algumas das tarefas acima listadas (como otimização da velocidade da página, adicionar dados estruturados etc), mas é necessário fazer isso, caso contrário, o seu site não atingirá todo o seu potencial.


Quer ser o primeiro a saber sobre os recursos mais recentes sobre Marketing de Conteúdo? Assine a newsletter da Menina Digital e junte-se aos milhares de profissionais de marketing que já estão usando as redes sociais para expandir seus negócios online.

Quer receber as melhores dicas sobre Marketing Digital na sua caixa de emails? Assine agora mesmo a newsletter da Menina Digital ➤ Marketing de Conteúdo, Redes Sociais, Content Marketing, Social Media, Tendências 2019, Inteligência Artificial, Estratégias Online, Estratégias Digitais, Marketing Digital 360, Search Engine Optimization
Publicado por:CAssis

Jornalista e blogger há mais de uma década, a Menina Digital nasce trazendo consigo uma oportunidade perfeita para colocar a minha paixão pela escrita e pelo Marketing Digital em ação. 📌 DICAS SOBRE: Marketing Digital, Marketing de Conteúdo, Gestão de Redes Sociais, Copywriter, Inbound Marketing e muito mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s